sexta-feira, 31 de julho de 2015

quinta-feira, 30 de julho de 2015

quarta-feira, 22 de julho de 2015

A Prece Sakya que Libera da Doença



A Prece Sakya que Libera da Doença

A fala Vajra do Mahasiddha Thang Tong Gyalpo 

Motivação 

Todos os seres sensíveis, iguais ao espaço vão por refúgio para o Guru-Buddha precioso. Nós [também] vamos por refúgio para o Buddha, o Dharma, e o Sangha. 
Nós vamos por refúgio para a assembléia de gurus, deidades meditationais e dakinis. Nós vamos por refúgio para a claridade vazia de nossas próprias mentes, o dharmakaya. 

[Recite estes versos acima tantas vezes quanto você for capaz.] 

Recitação do Mantra: 

OM MANI PADME HUM 

Recite estes mantras centenas de vezes, tantas vezes quanto você for capaz. 
  

A Oração 

Que todas as doenças que entristecem as mentes dos seres sensíveis e que são o resultado de karma e condições temporárias, assim como os danos de espíritos, doenças e dos elementos, não aconteçam nos reinos do mundo. 

Que quaisquer sofrimentos de doenças ameaçadoras da vida que, como um açougueiro que conduz um ser a ser morto separe o corpo da mente num instante, não aconteçam nos reinos do mundo. 

Que todos os seres encarnados estejam livres de doenças 
infecciosas agudas, crônicas e outras, doenças cujo mero som de seus nomes aterroriza os seres, como se eles tivessem sido colocados dentro da boca de Yama, o Deus de Morte. 

Que todos os seres encarnados estejam livres das 80.000 classes de interferências prejudiciais, os 360 espíritos maus que prejudicam de repente, as 424 doenças e assim sucessivamente. 

Que quaisquer sofrimentos devido a perturbações dos quatro elementos, que privam o corpo e a mente de todo prazer, sejam totalmente pacificados, e que o corpo e a mente tenham brilho e poder e ser dotada de vida longa, saúde boa e bem-estar. 

Pela compaixão dos gurus e da Preciosa Tríplice Jóia, pelo 
poder das dakinis, dos protetores do Dharma e guardiões, e pela força da infalibilidade do karma e de seus resultados, que essas muitas dedicações e orações sejam cumpridas assim como foram proferidas. 

Colofão: 

Uma vez uma epidemia estava contagiando de uma pessoa a outra no grande monastério da Gloriosa (tradição) Sakya. Qualquer recurso que os mestres de mantra tentavam: efígies, medicamentos de tormas, mantras, proteção de amuletos e outros não tinham nenhum efeito, e o monastério estava em perigo de aniquilação.  
Naquele momento, o mestre Mahasiddha (Thang Tong Gyalpo) executou o refúgio 'Espacial', recitou vários manis, e proclamou esta oração chamada 'Realização', durante a qual a epidemia inteira cessou imediatamente na dependência de seu desempenho. Assim, isto ficou  
renomado como a fala vajra que irradia massas de nuvens de bênçãos intitulada A Prece Sakya que Libera da Doença.  

Traduzido e editado por Bhikshu Thubten Tsültrim (George 
Churinoff). Sarva Mangalam.  [Trad. R. Samuel]. [Oferecido por Lama Zopa Rinpochê].  
  

segunda-feira, 20 de julho de 2015

SUA EMINÊNCIA JETSUN KUSHO NO RIO

ESTOU RECEBENDO A TRANSMISSÃO.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

quarta-feira, 8 de julho de 2015

segunda-feira, 6 de julho de 2015

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A LIBERAÇÃO PELO VER



IMAGEM GRANDE (PARA IMPRIMIR) Ceux qui verront ce script n'expérimenterons pas les trois existences inférieures et seront libérés de la peur de tomber dans les existences inférieures; ... QUEM VIR ESSE ESCRITO NÃO EXPERIMENTARÁ AS 3 EXISTÊNCIAS INFERIORES E SERÁ LIBERADO DO MEDO DE CAIR NOS REINOS INFERIORES (COMO OS INFERNOS ETC) - CLICK NA IMAGEM PARA AMPLIAR.

Namchö Mingyur Dorje (Wylie: gnam chos mi 'gyur rdo rje, 1645–1667) was an important tertön or "treasure revealer" in Tibetan Buddhism. His extraordinary "pure vision" revelations, which mostly occurred around the age of 16, are known as the Namchö (Wylie: gnam-chos "Sky Dharma" terma. He first transmitted these to his teacher Karma Chakmé (Wylie: karma chags med, 1613-1678), the illustrious Buddhist scholar of the Kagyu school, who wrote them down. The collection of his revelations fill thirteen Tibetan volumes and are the basis of one of the main practice traditions of the Palyul lineage, a major branch of the Nyingma school of Tibetan Buddhism. He was considered to be a reincarnation of Palgyi Senge of Shubu, one of the ministers the 8th-century Tibetan King Trisong Detsen sent to invite Padmasambhava to Tibet. He recognized Kunzang Sherab as the Lineage Holder of the Namchö terma.[1] Loden Chegse, one of Padmasambhava's eight emanations, had a vision which helped him learn to read and write. At age 7, his Dakini visions helped focus on reliance upon the lama. At age 10, after a vision and with a Dharma Protector's help, he met his root lama Karma Chagme. Karma Chakmé recognized him as manifestation of Padmasambhava, Senge Dradok. Mingyur Dorje revealed the Namchö treasures at age thirteen, which were written down with Karma Chakmé's help while they stayed in retreat together for three years.

He showed signs of illness at age 23, which progressed to his mind stream dissolving in to the great sphere of empty truth with full eight Heruka vision and mandalas.

30.000 PESSOAS NO ENSINAMENTO DE S. S. SAKYA TRISIN



During the 2nd day of teachings at peace garden leh ladakh
more then 30000 devotees congregation to obtain the teachings from His Holiness kyabjay Sakya Trizin